quarta-feira, 2 de junho de 2010

O Milagre de Renascer


Sentado numa duna, percorria todo o horizonte com o seco olhar de quem acabava de ser ferido por uma traição que jamais seria possível esquecer.

Deitando-se sobre a areia, deixou rolar uma lágrima, que caminhando pelo seu rosto acabou por cair nos grãos dourados tão delicadamente amontoados pela Mãe Natureza...

O seu choro, embora tímido, inundava os seus agora pequeninos olhos, deixando-se cair, molhando toda a sua face.

Assim ficou ali deitado, naquele estado, durante algum tempo.

Subitamente uma breve brisa de vento passou por si, arrepiando-o. Levantou-se. Já era tarde. O sol outrora a brilhar já começava a desenhar os últimos raios de fogo no mar e lentamente acabou por se esconder.

As estrelas começavam a ganhar cor sob o imenso céu que escurecia.

Então, o jovem rapaz, fitando o seu olhar no céu, começou muito baixinho uma oração; agradecendo à Vida pelo grande milagre que opera: o sol desaparece, a noite escurece, a luz se vai, mas as estrelas... por muito longe que elas estejam, são guias para encontrar um caminho, um caminho novo que horas depois será novamente iluminado pela estrela Maior.

2 comentários:

SDaVeiga disse...

O renascer é bom, mas a partilha faz falta...

A Escafandrista disse...

que postagem bonita, a descrição do blog. tudo.. parabéns.